A força de trabalho feminina em profissões tipicamente masculinas

no
Categorias: Geral

Não é novidade que mulheres sempre foram e, infelizmente, ainda são estereotipadas dentro do mercado de trabalho. Desde os primórdios, a imagem feminina sempre esteve relacionada a trabalhos domésticos, tais como cuidar da casa e da família. As mudanças nesse pensamento e cenário têm acontecido gradativamente, uma vez que, em uma sociedade que caminha para a melhoria, é incoerente invalidar mulheres apenas por serem mulheres.

Hoje, dia 8 de março, decidimos dedicar este post para celebrar a luta das mulheres que, diariamente, precisam provar o dobro de competência para serem vistas como capazes em uma sociedade construída com bases do patriarcado. Entenda, nos próximos parágrafos, a importância da presença DELAS em profissões, erroneamente, taxadas como masculinas.

Você já pesquisou no Google a palavra bombeira? Os resultados são, em sua maioria, de conotação sexual e fantasiosa, nunca profissional. Isso acontece não só com as bombeiras, mas também com enfermeiras, professoras, policiais e várias outras mulheres que vêem suas atividades sendo expostas de forma sexualizada. Esse é um dos problemas ainda enfrentado por mulheres no mercado de trabalho, quando se trata das profissões tipicamente masculinas a situação é ainda pior.

Caminhoneiras
caminhoneiras

Mulher no volante, perigo constante? Não mesmo! Uma pesquisa do Instituto Renault comprovou que 70% dos acidentes de trânsito são cometidos por homens, mesmo assim, alguns insistem em dizer que mulheres não levam jeito para o volante. Nas estradas, as mulheres ainda ocupam um espaço muito pequeno, de apenas 0,5%, segundo a pesquisa Perfil dos Caminhoneiros, feita em 2019. Porém, essa pequena porcentagem representa uma grande vitória para as mulheres poderosas que viajam todo o Brasil sobre rodas.

Mecânicas
mecanica

Foi-se o tempo em que as mulheres apenas levavam os carros em oficinas e eram enganadas por seus donos por cobrarem preços mais altos ou acharem problemas no carro que não existiam. Hoje, o mercado mecânico tem recebido fortemente mulheres que atuam não só como profissionais da área, mas como empresárias que levam uma oficina para frente.

Sabe aquela impressão de que a oficina é um local sujo e desorganizado? Em uma oficina feminina isso não existe! As mulheres levam em conta, não somente a qualidade técnica, mas também o atendimento personalizado para cada cliente, oferecendo uma experiência diferente do conceito que conhecemos de oficinas mecânicas.

O mais legal é que hoje, existem oficinas somente de mulheres para mulheres, com serviços e atendimento exclusivo para atender o mercado feminino, e cá entre nós, elas merecem essa conquista.

Mulheres no Automobilismo
automobilismo

No universo do esporte a motor, ainda existe uma forte predominância masculina, porém, aos poucos, as mulheres vêm ganhando cada vez mais espaço dentro desta categoria. Sejam pilotos, engenheiras, chefes de equipe ou até mesmo fãs, elas abrem espaço para um automobilismo cada vez mais inclusivo e com menos distanciamento entre os gêneros.

Exemplos não faltam de mulheres que alcançaram o sucesso dentro do automobilismo, como é o caso de Bia Figueiredo, brasileira da Stock Car, Jutta Kleinschmidt, alemã vencedora do Paris Dakar e Marie-Claude Charmasson, piloto do Rali de Monte Carlo. Conheça a trajetória dessas mulheres que fizeram história dentro do automobilismo.

Elas na liderança
lideranca

Independente da área de atuação, ter mulheres em cargos de liderança ainda é um assunto discutido dentro e fora das empresas. Isso porque, dados revelam que apenas 3% das mulheres chegaram a cargos de alto escalão, sendo que 60% dos estudantes universitários que finalizam o ensino superior, são mulheres.

Mulheres possuem características ímpares para liderar equipes. Enxergar a equipe como um todo e motivar, incentivar, engajar e desenvolver os seus colaboradores é um dos pontos fortes que tornam mulheres mais aptas a lidar com pessoas de forma profissional.

Mulheres são mais determinadas, uma vez que, na maioria dos casos, precisam se qualificar mais que os homens para cargos similares. Elas buscam sempre as melhores oportunidades de crescimento e oferecem a capacidade técnica necessária para conseguirem uma promoção ou efetivação.

Mulheres são inspiradoras e promovem a igualdade dentro das organizações. As líderes, tendem sempre a pensar na equidade entre homens e mulheres e a levantar questionamentos, fóruns e ações corporativas que empoderam outras mulheres a terem senso de orgulho e os homens o senso de igualdade.

Viu só? Esses são só alguns dos motivos pelos quais mulheres merecem e devem ocupar diferentes espaços dentro do mercado de trabalho. A luta é diária e as conquistas acontecem aos poucos, mas vale lembrar que, o lugar da mulher é onde ela quiser! A Wurth do Brasil se orgulha das mulheres que fazem parte da nossa família e reforça o apoio a essa crescente conquista por espaço e igualdade dentro e fora do mercado automotivo.